Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Barritas de Cereais Integrais com Pêra…

De há uns anos para cá, as barritas de cereais transformaram-se em alimento essencial para as pessoas preocupadas com a forma física e para quem procura um lanche mais saudável e rápido. Não é difícil entender o porquê destas se tornarem num alimento presente no estilo de vida moderna. São pequenas, embaladas individualmente, podem ser transportadas nas malas e sacos desportivos ou até mesmo no bolso, levadas em viagens e consumidas em qualquer hora e local. Pois basta rasgar a embalagem e pronto! Estão prontas a comer!

Dependendo das barras, estas podem apresentar vantagens nutricionais, são saborosas e saciam os diferentes tipos de paladares.

Algumas substituem muito bem uma sobremesa e são boas opções para quem sente falta de um “docinho” durante o dia. Ou seja, além de saciarem a vontade de comer açúcar, possuem nutrientes que agregam benefícios ao corpo todo.

Tanta versatilidade faz destas barritas, um sinónimo de lanche entre as refeições. Com a barra na mão, é possível combater o jejum prolongado, o grande vilão de quem luta contra a balança, assim como reforçar as energias a quem pratica desporto…

Desporto…Bicicleta…MARIDO! Pois, foi por causa do meu querido marido que esta receita foi posta em prática! 

As barritas fornecem nutrientes para que o metabolismo se mantenha activo, gastando energia e mantendo o apetite controlado.

Porém, nos supermercados a oferta é tanta e com tanta variedade que na hora de escolher ficamos de olhos em bico: com sabores, com mais ou menos calorias, há barras com propostas alimentares bem diversificadas, assim como os seus preços!!!

Assim sendo, se quisermos ter certeza do que estamos a ingerir e, sobretudo, economizar um bocadinho, evitando o excesso de produtos químicos das  produções industrializadas e com um pouco de tempo disponível sugiro que façam as vossas próprias barritas.

2015-02-16 21.06.54

Ingredientes:

250g de flocos de cereais (usei flocos de aveia integrais e flocos de centeio integrais)
250g de frutos secos variados (avelãs, nozes, bagas goji, passas, tâmaras, ameixas, sementes: de papoila, linhaça, girassol e sésamo)
125g iogurte natural
2 pêras
50g de açúcar amarelo
1/2c. de chá de canela
70g de mel

Preparação:

1. Pesar os frutos secos. Reservar.

2015-02-16 18.23.49 2015-02-16 18.27.39

2. Deitar no copo os cereais e dar 2 golpes de turbo. Retirar e reservar.

2015-02-16 18.32.52 2015-02-16 18.35.07

3. Colocar no copo as pêras descascadas com a canela e o açúcar. Programar 3Seg./Vel.5
Programar 8Min./100º/Vel. Colher.

2015-02-16 18.41.36 2015-02-16 18.42.42

4. Findo esse tempo, juntar o iogurte e o mel. Misturar 3Seg./Vel. 5.

2015-02-16 18.53.03

5. Adicionar os frutos secos. 5Seg./Vel.5
Juntar os restantes ingredientes e misturar 10Seg./Vel. 4.

2015-02-16 18.54.02   2015-02-16 18.55.39

2015-02-16 18.55.53  2015-02-16 18.56.42

6. Forrar um tabuleiro rectangular, com papel vegetal. Deitar o preparado, alisar de forma uniforme.
Levar ao forno a 180º/25Min.

2015-02-16 19.06.31 

7. Retirar do forno e enquanto morno dividir o preparado em rectângulos com uma faca.

2015-02-16 19.52.40

8. Desenformar, só depois de estar completamente frio.

2015-02-16 20.59.59

9. Guardar num frasco de vidro ou enrolar em papel celofane.

2015-02-16 21.13.41 

10. Desta vez, embrulhei todas em papel celofane, pois estas barrinhas já foram dar o seu passeio matinal e com certeza já não vão regressar a casa.
Foram aproveitar a manhã de carnaval, na companhia do meu marido e da sua bicicleta.

11012262_10203557663088652_1678700695_n 11008407_1031576953523066_6774446334972556189_n

 11007639_10203558012657391_922678477_n

Sugestão:

Se quiserem espreitar a página do meu marido, podem fazê-lo aqui:

https://www.facebook.com/CesarBernardoBlog

 

 

1521947_1023778697636225_5573512238233414090_n









Barritas de Cereais Integrais com Pêra…

De há uns anos para cá, as barritas de cereais transformaram-se em alimento essencial para as pessoas preocupadas com a forma física e para quem procura um lanche mais saudável e rápido. Não é difícil entender o porquê destas se tornarem num alimento presente no estilo de vida moderna. São pequenas, embaladas individualmente, podem ser transportadas nas malas e sacos desportivos ou até mesmo no bolso, levadas em viagens e consumidas em qualquer hora e local. Pois basta rasgar a embalagem e pronto! Estão prontas a comer!

Dependendo das barras, estas podem apresentar vantagens nutricionais, são saborosas e saciam os diferentes tipos de paladares.

Algumas substituem muito bem uma sobremesa e são boas opções para quem sente falta de um “docinho” durante o dia. Ou seja, além de saciarem a vontade de comer açúcar, possuem nutrientes que agregam benefícios ao corpo todo.

Tanta versatilidade faz destas barritas, um sinónimo de lanche entre as refeições. Com a barra na mão, é possível combater o jejum prolongado, o grande vilão de quem luta contra a balança, assim como reforçar as energias a quem pratica desporto…

Desporto…Bicicleta…MARIDO! Pois, foi por causa do meu querido marido que esta receita foi posta em prática! 

As barritas fornecem nutrientes para que o metabolismo se mantenha activo, gastando energia e mantendo o apetite controlado.

Porém, nos supermercados a oferta é tanta e com tanta variedade que na hora de escolher ficamos de olhos em bico: com sabores, com mais ou menos calorias, há barras com propostas alimentares bem diversificadas, assim como os seus preços!!!

Assim sendo, se quisermos ter certeza do que estamos a ingerir e, sobretudo, economizar um bocadinho, evitando o excesso de produtos químicos das  produções industrializadas e com um pouco de tempo disponível sugiro que façam as vossas próprias barritas.

2015-02-16 21.06.54

Ingredientes:

250g de flocos de cereais (usei flocos de aveia integrais e flocos de centeio integrais)
250g de frutos secos variados (avelãs, nozes, bagas goji, passas, tâmaras, ameixas, sementes: de papoila, linhaça, girassol e sésamo)
125g iogurte natural
2 pêras
50g de açúcar amarelo
1/2c. de chá de canela
70g de mel

Preparação:

1. Pesar os frutos secos. Reservar.

2015-02-16 18.23.49 2015-02-16 18.27.39

2. Deitar no copo os cereais e dar 2 golpes de turbo. Retirar e reservar.

2015-02-16 18.32.52 2015-02-16 18.35.07

3. Colocar no copo as pêras descascadas com a canela e o açúcar. Programar 3Seg./Vel.5
Programar 8Min./100º/Vel. Colher.

2015-02-16 18.41.36 2015-02-16 18.42.42

4. Findo esse tempo, juntar o iogurte e o mel. Misturar 3Seg./Vel. 5.

2015-02-16 18.53.03

5. Adicionar os frutos secos. 5Seg./Vel.5
Juntar os restantes ingredientes e misturar 10Seg./Vel. 4.

2015-02-16 18.54.02   2015-02-16 18.55.39

2015-02-16 18.55.53  2015-02-16 18.56.42

6. Forrar um tabuleiro rectangular, com papel vegetal. Deitar o preparado, alisar de forma uniforme.
Levar ao forno a 180º/25Min.

2015-02-16 19.06.31 

7. Retirar do forno e enquanto morno dividir o preparado em rectângulos com uma faca.

2015-02-16 19.52.40

8. Desenformar, só depois de estar completamente frio.

2015-02-16 20.59.59

9. Guardar num frasco de vidro ou enrolar em papel celofane.

2015-02-16 21.13.41 

10. Desta vez, embrulhei todas em papel celofane, pois estas barrinhas já foram dar o seu passeio matinal e com certeza já não vão regressar a casa.
Foram aproveitar a manhã de carnaval, na companhia do meu marido e da sua bicicleta.

11012262_10203557663088652_1678700695_n 11008407_1031576953523066_6774446334972556189_n

 11007639_10203558012657391_922678477_n

Sugestão:

Se quiserem espreitar a página do meu marido, podem fazê-lo aqui:

https://www.facebook.com/CesarBernardoBlog

 

 

1521947_1023778697636225_5573512238233414090_n









Risotto de Alho-Francês e bacon…

Risotto é um prato típico da região do Norte da Itália, mais especificamente da Lombardia, é uma variedade de arroz, cujo nome vem da cidade de Arborio, na Planície do Pó, onde é cultivado.
Quando cozido, os seus grãos tornam-se firmes, húmidos, cremosos e mastigáveis, graças ao alto conteúdo de amilopectina, o que faz com que este arroz possua um sabor próprio, mas que combina bem com outros sabores.
Existem poucos pratos tão apreciados ou versáteis como o Risotto. Basicamente, é um prato feito com arroz, um bom caldo e geralmente inclui açafrão, parmesão e manteiga, mas também pode ser combinado com muitos outros ingredientes como cogumelos, ervas e legumes.
Além de ser muito versátil, é fácil de fazer, o que o tornou um prato apreciado em todo o mundo, desde a mais simples cozinha ao mais refinado restaurante.
Se ainda não preparam um belo Risotto, esta é a oportunidade perfeita. Nada melhor do que um prato que, além de delicioso, aquece a alma nos dias de frio.
Hoje, foi dia de Rissoto cá em casa!
2015-02-16 12.34.44
Ingredientes:
1 cebola
3 dentes de alho
25g azeite
80g vinho branco ou espumante
1 caldo de galinha
750g água
240g arroz para risoto 
40g queijo parmesão, ralado
500g alho-francês
bacon cortado em pequenos pedaços q.b.
Preparação:
1. Colocar no copo um fio de azeite e o bacon cortado em pequenos pedaços.
Programar 5Min./100º/Vel.Colher Reservar
2015-02-16 12.24.00
2. Colocar no copo 750g água e inserir o cesto com o alho-francês. Programar 15Min./Varoma/Vel.2
Retirar o cesto, reservar a água da cozedura.
2015-02-16 11.42.33 2015-02-16 12.00.08
3. Colocar no copo a cebola, os alhos e o azeite. 5Seg./Vel.5 Refogar 5Min./Varoma/Vel.1.
2015-02-16 11.59.44
4. Adicionar o vinho, o caldo de galinha, a água reservada e se não atingir os 750 adicione mais, o arroz e o alho-francês.
Envolver com a espátula e programar 8Min./100º/Inversa/Vel. Colher
2015-02-16 12.01.48 2015-02-16 12.02.59
2015-02-16 12.04.26
5. Retirar a tampa e com a ajuda da espátula envolver para soltar o arroz do fundo.
De seguida, programar 8Min./100º/Inversa/Vel. Colher
2015-02-16 12.16.56
6. Rectificar temperos, adicionar o queijo ralado e programe 2Min./100º/Inversa/Vel. Colher .
2015-02-16 12.28.11
7. Deixar descansar dentro do copo tapado cerca de 2 minutos e servir de seguida. 
2015-02-16 12.35.13








Risotto de Alho-Francês e bacon…

Risotto é um prato típico da região do Norte da Itália, mais especificamente da Lombardia, é uma variedade de arroz, cujo nome vem da cidade de Arborio, na Planície do Pó, onde é cultivado.
Quando cozido, os seus grãos tornam-se firmes, húmidos, cremosos e mastigáveis, graças ao alto conteúdo de amilopectina, o que faz com que este arroz possua um sabor próprio, mas que combina bem com outros sabores.
Existem poucos pratos tão apreciados ou versáteis como o Risotto. Basicamente, é um prato feito com arroz, um bom caldo e geralmente inclui açafrão, parmesão e manteiga, mas também pode ser combinado com muitos outros ingredientes como cogumelos, ervas e legumes.
Além de ser muito versátil, é fácil de fazer, o que o tornou um prato apreciado em todo o mundo, desde a mais simples cozinha ao mais refinado restaurante.
Se ainda não preparam um belo Risotto, esta é a oportunidade perfeita. Nada melhor do que um prato que, além de delicioso, aquece a alma nos dias de frio.
Hoje, foi dia de Rissoto cá em casa!
2015-02-16 12.34.44
Ingredientes:
1 cebola
3 dentes de alho
25g azeite
80g vinho branco ou espumante
1 caldo de galinha
750g água
240g arroz para risoto 
40g queijo parmesão, ralado
500g alho-francês
bacon cortado em pequenos pedaços q.b.
Preparação:
1. Colocar no copo um fio de azeite e o bacon cortado em pequenos pedaços.
Programar 5Min./100º/Vel.Colher Reservar
2015-02-16 12.24.00
2. Colocar no copo 750g água e inserir o cesto com o alho-francês. Programar 15Min./Varoma/Vel.2
Retirar o cesto, reservar a água da cozedura.
2015-02-16 11.42.33 2015-02-16 12.00.08
3. Colocar no copo a cebola, os alhos e o azeite. 5Seg./Vel.5 Refogar 5Min./Varoma/Vel.1.
2015-02-16 11.59.44
4. Adicionar o vinho, o caldo de galinha, a água reservada e se não atingir os 750 adicione mais, o arroz e o alho-francês.
Envolver com a espátula e programar 8Min./100º/Inversa/Vel. Colher
2015-02-16 12.01.48 2015-02-16 12.02.59
2015-02-16 12.04.26
5. Retirar a tampa e com a ajuda da espátula envolver para soltar o arroz do fundo.
De seguida, programar 8Min./100º/Inversa/Vel. Colher
2015-02-16 12.16.56
6. Rectificar temperos, adicionar o queijo ralado e programe 2Min./100º/Inversa/Vel. Colher .
2015-02-16 12.28.11
7. Deixar descansar dentro do copo tapado cerca de 2 minutos e servir de seguida. 
2015-02-16 12.35.13








Pão integral com sementes…

Afinal, o que é o pão integral?
O termo integral, está associado a alimentação saudável, mas sabem exactamente porquê?
Muitas vezes pensa-se que o pão integral se designa assim, por ter menos calorias que o pão branco, mas não é por aí, uma vez que as calorias são sensivelmente as mesmas, a diferença está na qualidade dos nutrientes e no teor de fibra.
O termo integral significa que o alimento, neste caso, o cereal, foi usado na íntegra, ou seja, inteiro, com todas as suas partes constituintes, não tendo sido refinado.
Mas que pão devemos nós escolher?
O pão integral, o pão de misturas de farinhas (das quais pelo menos uma seja integral), ou o pão integral com sementes, a receita de hoje.
O consumo de alimentos ricos em fibra, como o pão, está associado, a um menor risco de doenças como a diabetes, a obesidade ou o cancro do cólon, recto e mama, com a melhoria do perfil de gorduras no sangue e possui ainda efeitos antioxidantes. O pão integral é aconselhado por muitas organizações, como a American Dietetic Association, e adequado até para dietas de perda de peso que podem, para além de contribuir para a saciedade, fornecer vitaminas e minerais, muitas vezes diminuídos nas dietas de emagrecimento.
Assim, o pão não é o vilão, se for consumido com moderação, tendo em atenção o tipo de pão que se escolhe, bem como o que se coloca dentro dele para acompanhar. O pão consumido diariamente, contribui até para o bom humor, para uma alimentação equilibrada e ajuda a manter o apetite controlado, desde que claro, se consuma em quantidade moderada, e essa quantidade deverá ser adaptada a cada indivíduo, tendo em conta as suas características físicas, tipo de actividade diária e gostos.
Se pretendem perder peso não retirem o pão da alimentação, diminuam a quantidade que consomem, e não comam pão branco.
Fazer pão em casa permite-nos escolher o tipo de farinha que quisermos e adicionar apenas os ingredientes necessários para conseguir um pão o mais saudável possível. Um método simples, rápido e económico que oferece a certeza de que sabemos o que estamos a comer, sem truques.
2015-01-29 11.27.09
Ingredientes:
280g leite magro
25g margarina light
5g sal
10g mel ou açúcar amarelo
25g fermento fresco de padeiro
20g sementes de linhaça
20g sementes de girassol
20g sementes de sementes de sésamo
290g Farinha Integral
150g farinha T65
Preparação:
1. Colocar no copo o leite, margarina, sal, mel e o fermento. 2Min./37º/Vel.2
2015-01-29 08.53.45
2. Juntar as farinhas e as sementes. 3Min./Vel.Espiga
2015-01-29 08.57.33 2015-01-29 08.58.48
3. Retirar a massa do copo e modelar o pão.
2015-01-29 09.02.22
4. Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e aguardar que dobre de volume.
2015-01-29 09.04.54 2015-01-29 09.50.35
5. Levar ao forno pré-aquecido a 180º/20Min.
Os meus pães durante o Inverno são cozidos no forno a lenha. ;)
2015-02-02 19.38.09
Marcas Technorati: Pão,Sementes,Integral,Mel,Beesweet

Pão integral com sementes…

Afinal, o que é o pão integral?
O termo integral, está associado a alimentação saudável, mas sabem exactamente porquê?
Muitas vezes pensa-se que o pão integral se designa assim, por ter menos calorias que o pão branco, mas não é por aí, uma vez que as calorias são sensivelmente as mesmas, a diferença está na qualidade dos nutrientes e no teor de fibra.
O termo integral significa que o alimento, neste caso, o cereal, foi usado na íntegra, ou seja, inteiro, com todas as suas partes constituintes, não tendo sido refinado.
Mas que pão devemos nós escolher?
O pão integral, o pão de misturas de farinhas (das quais pelo menos uma seja integral), ou o pão integral com sementes, a receita de hoje.
O consumo de alimentos ricos em fibra, como o pão, está associado, a um menor risco de doenças como a diabetes, a obesidade ou o cancro do cólon, recto e mama, com a melhoria do perfil de gorduras no sangue e possui ainda efeitos antioxidantes. O pão integral é aconselhado por muitas organizações, como a American Dietetic Association, e adequado até para dietas de perda de peso que podem, para além de contribuir para a saciedade, fornecer vitaminas e minerais, muitas vezes diminuídos nas dietas de emagrecimento.
Assim, o pão não é o vilão, se for consumido com moderação, tendo em atenção o tipo de pão que se escolhe, bem como o que se coloca dentro dele para acompanhar. O pão consumido diariamente, contribui até para o bom humor, para uma alimentação equilibrada e ajuda a manter o apetite controlado, desde que claro, se consuma em quantidade moderada, e essa quantidade deverá ser adaptada a cada indivíduo, tendo em conta as suas características físicas, tipo de actividade diária e gostos.
Se pretendem perder peso não retirem o pão da alimentação, diminuam a quantidade que consomem, e não comam pão branco.
Fazer pão em casa permite-nos escolher o tipo de farinha que quisermos e adicionar apenas os ingredientes necessários para conseguir um pão o mais saudável possível. Um método simples, rápido e económico que oferece a certeza de que sabemos o que estamos a comer, sem truques.
2015-01-29 11.27.09
Ingredientes:
280g leite magro
25g margarina light
5g sal
10g mel ou açúcar amarelo
25g fermento fresco de padeiro
20g sementes de linhaça
20g sementes de girassol
20g sementes de sementes de sésamo
290g Farinha Integral
150g farinha T65
Preparação:
1. Colocar no copo o leite, margarina, sal, mel e o fermento. 2Min./37º/Vel.2
2015-01-29 08.53.45
2. Juntar as farinhas e as sementes. 3Min./Vel.Espiga
2015-01-29 08.57.33 2015-01-29 08.58.48
3. Retirar a massa do copo e modelar o pão.
2015-01-29 09.02.22
4. Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e aguardar que dobre de volume.
2015-01-29 09.04.54 2015-01-29 09.50.35
5. Levar ao forno pré-aquecido a 180º/20Min.
Os meus pães durante o Inverno são cozidos no forno a lenha. ;)
2015-02-02 19.38.09
Marcas Technorati: Pão,Sementes,Integral,Mel,Beesweet

Trouxas de Ovos Moles…

Aiiii que bomba calórica, mas eu não me importo, se alguém não quiser engordar, então é melhor resistir ao poder da GULA.
Apeteceu-me, fiz, comi e…repeti, pois estavam deliciosos…se bem que a ideia inicial era fazer os Pastéis de Tentúgal, característicos pela sua forma rectangular, mas como as amêndoas ainda não estão britadas e continuam dentro das suas cascas…tive que adiar a elaboração da receita original.
Portanto, hoje saíram Trouxas, se bem que o sabor dos Pastéis de Tentúgal…está todo lá :D

2015-02-15 17.19.10

Ingredientes:

Ovos Moles Pobres (receita, aqui: http://cristinatbernardo.blogspot.pt/2014/08/ovos-moles-pobres.html )
Massa Filo
Tigelas de barro

Preparação:

1. Fazer os Ovos Moles Pobres. Reservar até arrefecer por completo.

http://cristinatbernardo.blogspot.pt/2014/08/ovos-moles-pobres.html

2. Colocar uma folha de Massa Filo num tapete de silicone e com uma tesoura cortar em 4 partes iguais.
Colocar os quadrados sobrepostos, mas desencontrados.

2015-02-15 15.42.01 2015-02-15 15.42.36

3. Colocar as folhas dentro de uma tigela.
Rechear com os ovos moles.

2015-02-15 15.43.30 2015-02-15 15.46.56

4. Fechar as trouxas.

2015-02-15 15.48.00 2015-02-15 15.48.16

5. Levar ao forno a 180º/ 7-8Min. ou até dourar.
Polvilhar com canela e açúcar em pó q.b.

2015-02-15 17.17.19 2015-02-15 17.19.27

6. Comer apenas um…de cada vez :D

2015-02-15 17.23.10



Trouxas de Ovos Moles…

Aiiii que bomba calórica, mas eu não me importo, se alguém não quiser engordar, então é melhor resistir ao poder da GULA.
Apeteceu-me, fiz, comi e…repeti, pois estavam deliciosos…se bem que a ideia inicial era fazer os Pastéis de Tentúgal, característicos pela sua forma rectangular, mas como as amêndoas ainda não estão britadas e continuam dentro das suas cascas…tive que adiar a elaboração da receita original.
Portanto, hoje saíram Trouxas, se bem que o sabor dos Pastéis de Tentúgal…está todo lá :D

2015-02-15 17.19.10

Ingredientes:

Ovos Moles Pobres (receita, aqui: http://cristinatbernardo.blogspot.pt/2014/08/ovos-moles-pobres.html )
Massa Filo
Tigelas de barro

Preparação:

1. Fazer os Ovos Moles Pobres. Reservar até arrefecer por completo.

http://cristinatbernardo.blogspot.pt/2014/08/ovos-moles-pobres.html

2. Colocar uma folha de Massa Filo num tapete de silicone e com uma tesoura cortar em 4 partes iguais.
Colocar os quadrados sobrepostos, mas desencontrados.

2015-02-15 15.42.01 2015-02-15 15.42.36

3. Colocar as folhas dentro de uma tigela.
Rechear com os ovos moles.

2015-02-15 15.43.30 2015-02-15 15.46.56

4. Fechar as trouxas.

2015-02-15 15.48.00 2015-02-15 15.48.16

5. Levar ao forno a 180º/ 7-8Min. ou até dourar.
Polvilhar com canela e açúcar em pó q.b.

2015-02-15 17.17.19 2015-02-15 17.19.27

6. Comer apenas um…de cada vez :D

2015-02-15 17.23.10



Pastéis de Massa Filo com salmão…

Simplesmente delicioso, um pastel que surge de uma combinação que o meu marido adora: espinafres, salmão e queijo. Eu não sou fã deste peixe, mas cozinho-o várias vezes. Hoje, provei um e fiquei rendida. Vou repetir mais vezes, sem dúvida!
Tenho que confessar que foi a primeira vez que trabalhei esta massa e já tinha lido que era difícil e… discordo, porque foi fácil.
O único cuidado a ter com a massa filo, pois esta é muito delicada e seca rapidamente, é que sempre que a trabalharem devem tapá-la com um pano húmido para que esta não seque. ;)

2015-02-15 16.46.33

Ingredientes:

700g espinafres (usei congelados)
2 postas de salmão (podem usar lombos de salmão ou outro tipo de peixe)
1 cebola
2 dentes de alho
alecrim
sal q.b
30g azeite
700g água
5 folhas de massa filo
125g de queijo creme ou queijo Vaca que ri em triângulos

Preparação:

1. Temperar as postas de salmão com alho, sal e alecrim. Colocar na varoma e reservar.

2015-02-15 12.59.41

2. Colocar no copo a água, temperar com sal e alecrim.

2015-02-15 12.54.02 2015-02-15 12.54.41

3. Inserir o cesto com os espinafres, tapar e colocar a varoma com os restantes espinafres.

2015-02-15 12.55.03 2015-02-15 12.55.26

4. Sobrepor o tabuleiro da varoma e tapar. Programar 20Min./Varoma/Vel.2

2015-02-15 13.00.11

5. Retirar o tabuleiro da Varoma com o salmão. Remover as espinhas e lascar as postas. Reservar.

2015-02-15 13.46.11 2015-02-15 14.01.02

6. Escorrer os espinafres e reservar.
7. No copo, deitar a cebola, os alhos e o azeite. 5Seg./Vel.5 Programar de seguida 5Min./100º/Vel.1

2015-02-15 13.45.21 2015-02-15 13.53.21

8. Adicionar os espinafres e o queijo. Programar 4Min./100º/Vel.1
Triturar 5Seg./Vel.6

2015-02-15 13.57.56 2015-02-15 14.02.29

9. Adicionar o salmão reservado. 10Seg./Vel.5 Reservar.

2015-02-15 14.03.15 2015-02-15 14.03.44

10. Num tapete de silicone, abrir as folhas de massa Filo.

2015-02-15 13.59.47 2015-02-15 14.07.31

11. Retirar uma folha e pincelar com um fio de azeite, dobrar a meio e voltar a pincelar. Colocar ao centro o recheio reservado.

2015-02-15 14.11.20 2015-02-15 14.14.14

12. Fechar o pastel. Reservar e repetir para as restantes folhas de massa.
Levar ao forno a 180º até dourar. Cerca de 7-8Min.

2015-02-15 14.18.08 2015-02-15 14.28.52

13. Servir quentes ou frios.

2015-02-15 15.00.02










Pastéis de Massa Filo com salmão…

Simplesmente delicioso, um pastel que surge de uma combinação que o meu marido adora: espinafres, salmão e queijo. Eu não sou fã deste peixe, mas cozinho-o várias vezes. Hoje, provei um e fiquei rendida. Vou repetir mais vezes, sem dúvida!
Tenho que confessar que foi a primeira vez que trabalhei esta massa e já tinha lido que era difícil e… discordo, porque foi fácil.
O único cuidado a ter com a massa filo, pois esta é muito delicada e seca rapidamente, é que sempre que a trabalharem devem tapá-la com um pano húmido para que esta não seque. ;)

2015-02-15 16.46.33

Ingredientes:

700g espinafres (usei congelados)
2 postas de salmão (podem usar lombos de salmão ou outro tipo de peixe)
1 cebola
2 dentes de alho
alecrim
sal q.b
30g azeite
700g água
5 folhas de massa filo
125g de queijo creme ou queijo Vaca que ri em triângulos

Preparação:

1. Temperar as postas de salmão com alho, sal e alecrim. Colocar na varoma e reservar.

2015-02-15 12.59.41

2. Colocar no copo a água, temperar com sal e alecrim.

2015-02-15 12.54.02 2015-02-15 12.54.41

3. Inserir o cesto com os espinafres, tapar e colocar a varoma com os restantes espinafres.

2015-02-15 12.55.03 2015-02-15 12.55.26

4. Sobrepor o tabuleiro da varoma e tapar. Programar 20Min./Varoma/Vel.2

2015-02-15 13.00.11

5. Retirar o tabuleiro da Varoma com o salmão. Remover as espinhas e lascar as postas. Reservar.

2015-02-15 13.46.11 2015-02-15 14.01.02

6. Escorrer os espinafres e reservar.
7. No copo, deitar a cebola, os alhos e o azeite. 5Seg./Vel.5 Programar de seguida 5Min./100º/Vel.1

2015-02-15 13.45.21 2015-02-15 13.53.21

8. Adicionar os espinafres e o queijo. Programar 4Min./100º/Vel.1
Triturar 5Seg./Vel.6

2015-02-15 13.57.56 2015-02-15 14.02.29

9. Adicionar o salmão reservado. 10Seg./Vel.5 Reservar.

2015-02-15 14.03.15 2015-02-15 14.03.44

10. Num tapete de silicone, abrir as folhas de massa Filo.

2015-02-15 13.59.47 2015-02-15 14.07.31

11. Retirar uma folha e pincelar com um fio de azeite, dobrar a meio e voltar a pincelar. Colocar ao centro o recheio reservado.

2015-02-15 14.11.20 2015-02-15 14.14.14

12. Fechar o pastel. Reservar e repetir para as restantes folhas de massa.
Levar ao forno a 180º até dourar. Cerca de 7-8Min.

2015-02-15 14.18.08 2015-02-15 14.28.52

13. Servir quentes ou frios.

2015-02-15 15.00.02