Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Pastel Maçãnata...

Começo este texto por afirmar que este é um pastel reinventado: viciante, equilibrado, com massa folhada crocante e com a textura dos bocadinhos de maçã a elevarem a experiência da degustação a outro nível!
Cá na minha terra, é por altura da grande festa da Maçã, em Setembro, que este pastel desfila, apesar de a sua existência já contar com alguns anos. É pelas vitrines da minha pastelaria de eleição: a Pastelaria Martins, da qual sou cliente assídua que ele marca presença.
Para mim, esta é a melhor pastelaria de Moimenta da Beira, não só pelos seus produtos, mas também pelo serviço de excelência num ambiente familiar que eu adoro!
Certo é que o sucesso destes pastéis foi tal, que agora, partilhando o mesmo tabuleiro dos tradicionais Pastéis de Nata, a Maçãnata está diariamente nas vitrines para quem quiser provar.
Chegar à receita original, como se sabe...é um caso dos trabalhos: "Ahhhh é segredo e tal..."
Ok...eu já trato disso!
Compram-se uns exemplares, prova-se e experimenta-se para chegarmos à receita...foi o que fiz e cá está a minha receita Maçãnata. ;)


Ingredientes:
1 base de massa folhada
Açúcar em pó e Canela em pó para polvilhar

Para o creme de nata usei (metade da dose, mas mantive o tempo de confeção) da minha receita de Pastéis de nata, sem natas!
 Para o creme de maçã:
4 maçãs (variedade a gosto) usei Golden
canela em pó
açúcar qb.
Podem usar também:
Compota de Maçã 
Puré de Maçã 
Preparação:
1. Numa frigideira anti-aderente deitar o açúcar com um pouco de água e deixar derreter.
Adicionar a maçã partida em pequeninos cubos e deixar cozinhar cerca de 5Min. em lume brando.Quando notarem que já não está crua, adicionem um pouco de canela em pó e envolvam.
Cozinhar até que o açúcar fique em ponto quase caramelo.
Reservar.
2. Com um cortador de bolachas cortar círculos e forrar as formas dos pastéis.


3. Deitar no fundo de cada forma uma colher de sobremesa do preparado de maçã, seguido do creme de nata sem nata.


 4. Levar ao forno a 200º até a massa estar cozida.


 5. Servir mornos ou frios polvilhados com canela e açúcar em pó.








 
 

Pastel Maçãnata...

Começo este texto por afirmar que este é um pastel reinventado: viciante, equilibrado, com massa folhada crocante e com a textura dos bocadinhos de maçã a elevarem a experiência da degustação a outro nível!
Cá na minha terra, é por altura da grande festa da Maçã, em Setembro, que este pastel desfila, apesar de a sua existência já contar com alguns anos. É pelas vitrines da minha pastelaria de eleição: a Pastelaria Martins, da qual sou cliente assídua que ele marca presença.
Para mim, esta é a melhor pastelaria de Moimenta da Beira, não só pelos seus produtos, mas também pelo serviço de excelência num ambiente familiar que eu adoro!
Certo é que o sucesso destes pastéis foi tal, que agora, partilhando o mesmo tabuleiro dos tradicionais Pastéis de Nata, a Maçãnata está diariamente nas vitrines para quem quiser provar.
Chegar à receita original, como se sabe...é um caso dos trabalhos: "Ahhhh é segredo e tal..."
Ok...eu já trato disso!
Compram-se uns exemplares, prova-se e experimenta-se para chegarmos à receita...foi o que fiz e cá está a minha receita Maçãnata. ;)


Ingredientes:
1 base de massa folhada
Açúcar em pó e Canela em pó para polvilhar

Para o creme de nata usei (metade da dose, mas mantive o tempo de confeção) da minha receita de Pastéis de nata, sem natas!
 Para o creme de maçã:
4 maçãs (variedade a gosto) usei Golden
canela em pó
açúcar qb.
Podem usar também:
Compota de Maçã 
Puré de Maçã 
Preparação:
1. Numa frigideira anti-aderente deitar o açúcar com um pouco de água e deixar derreter.
Adicionar a maçã partida em pequeninos cubos e deixar cozinhar cerca de 5Min. em lume brando.Quando notarem que já não está crua, adicionem um pouco de canela em pó e envolvam.
Cozinhar até que o açúcar fique em ponto quase caramelo.
Reservar.
2. Com um cortador de bolachas cortar círculos e forrar as formas dos pastéis.


3. Deitar no fundo de cada forma uma colher de sobremesa do preparado de maçã, seguido do creme de nata sem nata.


 4. Levar ao forno a 200º até a massa estar cozida.


 5. Servir mornos ou frios polvilhados com canela e açúcar em pó.








 
 

Carne picada...

Antes da Bimby, carne picada ou moída era algo que eu costumava comprar.
Depois da Bimby, sim porque existem duas eras cá em casa, o antes e o depois delas...foi algo que deixei de comprar.
O resultado é perfeito, na minha opinião e assim sei qual a carne que estou a usar e tenho a certeza que não é feita com restos de outras carnes...
Depois de picada, posso usar como bem entender, seja para fazer Hambúrgueres, Almôndegas,Empadão de carne.
Haja inspiração...

"Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém... sempre especial."

Ingredientes:
600g carne vitela (partida em cubos, dividida em 300g+300g)
600g carne de porco
Preparação: 
1. Dividir a carne em porções de 300g, cortada em cubos e congelar por 2h.
2. Retirar do congelador, colocar no copo. Programar 5 Seg./Vel. 8
Reservar e repetir o procedimento.




3. Misturar toda a carne picada e temperar de acordo com a finalidade que lhe vão dar.
Desta vez, usei para preparar uns hambúrgueres.


Podem cozinhar de imediato, se assim o desejarem.
Fácil, não é? ;)


Carne picada...

Antes da Bimby, carne picada ou moída era algo que eu costumava comprar.
Depois da Bimby, sim porque existem duas eras cá em casa, o antes e o depois delas...foi algo que deixei de comprar.
O resultado é perfeito, na minha opinião e assim sei qual a carne que estou a usar e tenho a certeza que não é feita com restos de outras carnes...
Depois de picada, posso usar como bem entender, seja para fazer Hambúrgueres, Almôndegas,Empadão de carne.
Haja inspiração...

"Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém... sempre especial."

Ingredientes:
600g carne vitela (partida em cubos, dividida em 300g+300g)
600g carne de porco
Preparação: 
1. Dividir a carne em porções de 300g, cortada em cubos e congelar por 2h.
2. Retirar do congelador, colocar no copo. Programar 5 Seg./Vel. 8
Reservar e repetir o procedimento.




3. Misturar toda a carne picada e temperar de acordo com a finalidade que lhe vão dar.
Desta vez, usei para preparar uns hambúrgueres.


Podem cozinhar de imediato, se assim o desejarem.
Fácil, não é? ;)