Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Ter | 16.12.14

Compota de dióspiro…

Simply by Cristina
Apresento-vos o Dióspiro, estamos praticamente na recta final do Outono, mas esta é uma estação que nos traz cheiros, cores e sabores muito próprios da sua época. O Dióspiro, é eleito um dos frutos preferidos do mês de Outubro e onde quer que vamos lá está ele com o seu tom laranja a embelezar a paisagem.Originário da China, onde é cultivado desde 1.000AC. É um fruto ceroso de um laranja escuro, cuja forma faz lembrar o…tomate, não concordam? Existem dois tipos de (...)
Ter | 16.12.14

Compota de dióspiro…

Simply by Cristina
Apresento-vos o Dióspiro, estamos praticamente na recta final do Outono, mas esta é uma estação que nos traz cheiros, cores e sabores muito próprios da sua época. O Dióspiro, é eleito um dos frutos preferidos do mês de Outubro e onde quer que vamos lá está ele com o seu tom laranja a embelezar a paisagem.Originário da China, onde é cultivado desde 1.000AC. É um fruto ceroso de um laranja escuro, cuja forma faz lembrar o…tomate, não concordam? Existem dois tipos de (...)
Sab | 13.12.14

Pitos de Santa Luzia…

Simply by Cristina
Decidi fazer este doce conventual e cumprir uma tradição que em tempos de estudante na UTAD, nunca realizei. Nem sei bem porquê! Simplesmente não se proporcionou O pito de Santa Luzia é um pastel “grosseiro, de massa de cor amarela esbranquiçada e o seu formato faz lembrar uma trouxa, com recheio de abóbora e canela.”Hoje, 13 de Dezembro, em Vila Real, de Trás-os-Montes, celebra-se o Dia de Santa Luzia, protetora dos olhos. (...)
Sab | 13.12.14

Pitos de Santa Luzia…

Simply by Cristina
Decidi fazer este doce conventual e cumprir uma tradição que em tempos de estudante na UTAD, nunca realizei. Nem sei bem porquê! Simplesmente não se proporcionou O pito de Santa Luzia é um pastel “grosseiro, de massa de cor amarela esbranquiçada e o seu formato faz lembrar uma trouxa, com recheio de abóbora e canela.”Hoje, 13 de Dezembro, em Vila Real, de Trás-os-Montes, celebra-se o Dia de Santa Luzia, protetora dos olhos. (...)
Sab | 01.11.14

Biscoitos coloridos…

Simply by Cristina
Os biscoitos, a partir do século 7 a.C., no império persa, passam a ser confeccionados de forma profissional, mas até aqui estes eram feitos de uma forma bem rudimentar. Os grãos utilizados eram triturados com os dentes, só depois adicionada a água e cozidos no lume. Na época dos Descobrimentos Portugueses, os biscoitos eram um pão de farinha de trigo, de forma achatada, cozido no forno duas, três ou mais vezes, de modo a assegurar-lhes a durabilidade das suas qualidades (...)
Sab | 01.11.14

Biscoitos coloridos…

Simply by Cristina
Os biscoitos, a partir do século 7 a.C., no império persa, passam a ser confeccionados de forma profissional, mas até aqui estes eram feitos de uma forma bem rudimentar. Os grãos utilizados eram triturados com os dentes, só depois adicionada a água e cozidos no lume. Na época dos Descobrimentos Portugueses, os biscoitos eram um pão de farinha de trigo, de forma achatada, cozido no forno duas, três ou mais vezes, de modo a assegurar-lhes a durabilidade das suas qualidades (...)
Seg | 20.10.14

Marmelada…

Simply by Cristina
Este ano, uma amiga ofereceu-me marmelos e eu fiz…Marmelada! Todos os anos por esta altura, desde que me lembro, quem fazia a marmelada era a minha mãe e antes dela a minha avó. A tarde era passada na cozinha a descascar marmelos, que eram colocados num tacho a ferver com açúcar e depois lá ia a Sra.Varinha Mágica e a marmelada saía do tacho para as tigelinhas de barro. Eu gostava dessas tardes…normalmente, ao fim de semana em que mais ou menos a meio a mãe começa a resmungar (...)
Seg | 20.10.14

Marmelada…

Simply by Cristina
Este ano, uma amiga ofereceu-me marmelos e eu fiz…Marmelada! Todos os anos por esta altura, desde que me lembro, quem fazia a marmelada era a minha mãe e antes dela a minha avó. A tarde era passada na cozinha a descascar marmelos, que eram colocados num tacho a ferver com açúcar e depois lá ia a Sra.Varinha Mágica e a marmelada saía do tacho para as tigelinhas de barro. Eu gostava dessas tardes…normalmente, ao fim de semana em que mais ou menos a meio a mãe começa a resmungar (...)