Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Doce da Avó...

E assim que recebi o cabaz da Sabores a Granel não consegui resistir a um dos ingredientes que lá estava:
Amido de Milho!
Todos o conhecem, certo?
E todos o usam nas vossas cozinhas, não é?

Mas, o que é o Amido de Milho?
É um hidrato de carbono extraído dos grãos de milho.
É isento de glúten e não tem sabor, nem cheiro.
Apresenta-se como um pó fino, suave de cor branca.

Quais as suas funções culinárias?
Engrossar ou fazer molhos, sopas, leite-creme, pudins, papas para bebé, bolos e bolinhos (quando adicionado à farinha de trigo) e o Doce da Avó!

Quais as vantagens da sua utilização?
Dá uma consistência aveludada a molhos e cremes sem alterar o sabor dos alimentos.
Dissolve-se facilmente em líquidos frios, uma vez que só absorve líquidos quando cozinhado.
Tem um poder de engrossar molhos cerca de 2 vezes superior ao da farinha de trigo.
A quantidade utilizada deve ser por isso cerca de metade da de farinha de trigo.
Tem uma cozedura muito mais rápida do que a farinha de trigo, levando cerca de 1 minuto a cozer em lume médio.

Sabem como usar o Amido de Milho, corretamente?
Deve ser sempre dissolvido num líquido frio.
Durante a cozedura deverá ser continuamente mexido, suavemente, com uma colher.

Erros a NÃO cometer:

Não usar temperaturas muito altas para a sua cozedura quando incorporado em molhos.
Não congelar molhos ou outros alimentos a que se adicionou o amido de milho, pois perdem o aspecto aveludado.
Não mexer de forma vigorosa os cozinhados com amido de milho.

A minha sugestão de hoje recai numa sobremesa tradicional, o Doce da Avó, que encontramos por todos os restaurantes tradicionais portugueses em variadas versões e dimensões.
Está também presente em quase todas as casas portuguesas por esta altura do ano, em que o nosso país recebe os filhos da terra que se encontram emigrados.
Numa mesa rodeada de familiares e amigos contam-se histórias e episódios de vida que deixam saudades...tempos que passaram, mas que ficam nos nossos corações e as vivências de um longo ano longe das suas terras!

Esta receita de Doce da Avó é feita com bolacha Maria, leite condensado, leite, natas, ovos, açúcar e o Amido de Milho…mas por esse país fora existem inúmeras variações.
Esta é a minha versão preferida!
Deve-se servir bem fresco, daí recomendar que este deva estar no frigorífico algumas horas.
Pode ser servido numa taça grande que é o mais simples, fazer pequenas taças individuais ou ainda em pequenos frascos de vidro com tampa, ideais para transportar para um piquenique em família à beira-rio.

2018-08-01 19.57.19.jpg

Ingredientes:

1 lata de Leite Condensado
2 latas medida de Leite
5 Ovos
1c. sopa bem cheia de Amido de Milho, SABORES A GRANEL
1 pacote de Bolacha Maria
1 pacote de 200ml de Natas
2c. sopa de Açúcar em pó
Café frio q.b. para demolhar as bolachas

Preparação:

1. Separar as gemas das claras.
Reservar as claras e deitar as gemas no copo da Bimby.
2. Adicionar às gemas, o leite condensado, o leite e o Amido de Milho.
Programar 10Seg./Vel.3
10Min./90º/Vel.3
3. Verter em taças individuais OU numa taça única OU em frascos de vidro com tampa.
Levar ao frigorífico.
4. Entretanto, com a ajuda de uma batedeira bater as claras em castelo.
Depois, num outro recipiente bater as natas adicionando aos poucos o açúcar em pó.
Juntar as natas às claras em castelo e envolver delicadamente.
Reservar.
5. Humedecer as bolachas Maria no café e distribuir pelo creme fazendo uma ou duas camadas de bolacha.
6. Verter por cima das bolachas humedecidas o creme de natas.
7. Levar ao frigorífico algumas horas para refrescar.
Decorar a gosto!

2018-08-01 19.57.46.jpg

2018-08-01 19.57.37.jpg

 Comprar na SABORES A GRANEL: Amido de Milho