Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Folar de Azeite e a tradição do Domingo de Ramos...

Por esta altura, a azáfama dos preparativos para a Páscoa já se começa a sentir.
Nas listas de compras, a farinha, ovos, azeite e fermento entram de forma obrigatória.
O Folar de Azeite ou o Bolo Amarelo é aquele que marca presença em todo o lado: padarias, pastelarias, supermercados... e não há casa cá pela minha terra que não tenha um folar destes à mesa, assim como por muitos outros locais da Beira Alta e suas esbatidas fronteiras, quase a confinar com o Alto Douro. 
É uma verdadeira iguaria:  este bolo de azeite é um folar, mas não é doce.
O seu miolo é tão fofinho e tão leve que quase parece uma nuvem de algodão, com tons dourados muito pelo uso dos ovos caseiros e do azeite biológico de excelente qualidade.


A primeira vez que o fiz foi em Março de 2015, o primeiro ano em que tive a minha afilhada Camila para cumprir a tradição.
Tradição essa que consiste na oferta do Ramo no Domingo de Ramos da afilhada à Madrinha e  no Domingo de Páscoa, a Madrinha retribui o gesto com a oferta do Folar.
Para além de mais uns miminhos, o próprio Folar de Azeite tem que ser ofertado de forma obrigatória, isto para quem cumprir a verdadeira tradição. Eu cumpro.
A receita do Folar está AQUI , mas com o passar do tempo, fui aperfeiçoando a minha técnica e cada vez que a faço fica sempre melhor.
Simplesmente: PERFEITO!



Ingredientes:
Para o isco de levedura:
80g farinha T55
50ml água quente
1 saqueta de 7g FERMIPAN
Para a massa:
500g de farinha T55
5 ovos caseiros (temperatura ambiente)
150ml leite morno
100ml de azeite
Preparação:
1. Deitar no copo a farinha para o isco da levedura, o fermento e água quente.
Programar 2Min./50º/Vel.1
Deixar descansar este preparado dentro do copo da Bimby durante 30Min. ou até dobrar de volume.
2. Adicionar os 500g da farinha e os ovos.
Programar 2Min./Vel. Espiga
3. Programar 3Min./Vel.Espiga e adicionar pelo bucal, o leite morno.
4. Findo este tempo, programar mais 3Min./Vel. Espiga e com o copo medida inserido verter o azeite, para que este seja incorporado na massa, lentamente.
5. Retirar a massa para um recipiente grande, que deve estar polvilhado com farinha.
Esta massa vai crescer bastante.
Polvilhar por cima com farinha.
Tapar com um pano de algodão húmido, colocar este recipiente num local onde não haja correntes de ar, até que dobre de volume.
Dependendo da temperatura ambiente, este tempo poderá variar entre 2 a 3h.
6. Quando tiver dobrado de volume, polvilhar a bancada onde vai trabalhar a massa com farinha.
Amassar vigorosamente a massa, formar uma bola.
Se necessário, adicionar mais um pouco de farinha, de modo a que a massa não cole nas mãos.
7. Pré aquecer o forno a 200º.
Forrar o tabuleiro que irá ao forno com uma folha de papel vegetal ou se tiverem folhas de couve, optem por esta sugestão.
8. Para darem a forma tradicional, deverão dobrar a bola a meio, como se fosse um livro fechado e dobrar as pontas como um croissant.
9. Pincelar toda a superfície com azeite.
Levar ao forno e diminuir a temperatura para os 180º/30Min.
10. Retirar do forno e deixar arrefecer embrulhado num pano de algodão seco, para que a crosta fique muito molinha.







Outras sugestões de Folares:
Folar à moda da Guarda
Mini-Folares Doces

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.