Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Natillas...

Natillas, uma receita tradicional do nosso país vizinho, tão simples que é deveras escandalosa a forma como se prepara tão rapidamente esta "postre" (sobremesa).

Ovos, açúcar, farinha Maizena e leite são os ingredientes base desta sobremesa, e que todos temos em casa... sendo incrível a quantidade de combinações que se podem realizar com eles para elaborar todo o tipo de doces, sobretudo os mais tradicionais.

WhatsApp Image 2021-01-26 at 16.42.400.jpeg

Sabiam que...
Esta pequena delícia económica tem uma história curiosa. Tal como na maioria das receitas, existem teorias e origens históricas, as que existem em relação às Natillas situam-nas no tempo dos Romanos.
Esta sobremesa surge documentada na Idade Média, em vários documentos escritos em conventos e mosteiros de toda a Europa.
Assim, não há qualquer dúvida que esta receita surge como modo de aproveitamento de ingredientes como são disso exemplo os ovos e o leite.
Estes ingredientes, aliados aos outros que constituem a receita base, transformam-se num creme doce muito usual nas mais requintadas cozinhas da Europa.
O seu refinamento foi atingido durante a Época Dourada (Renascimento) das Especiarias, quando surge o açúcar refinado, a baunilha e a canela.
Daí o seu esplendor máximo e evolução estar associada à cozinha francesa, se bem que é na vizinha Espanha que, atualmente, surge como sendo uma das receitas mais famosa: Natillas caseras de huevo!

WhatsApp Image 2021-01-26 at 16.42.40.jpeg

Assim, e depois de algumas experiências e adaptações surgem as minhas Natilhas: de textura cremosa, com um aroma rico de Vagem de Baunilha, elas são acompanhadas por pequenos pedaços de bolacha (evolução dos tempos) e com esta junção de sabores e texturas alcançam o estatuto de autêntico escândalo delicioso difícil de resistir!

Ingredientes:

1L leite
5 gemas
30g de farinha Maizena (amido de milho)
120g Açúcar
1 Vagem de Baunilha, OBÔ Vanilla
(Não aconselho o uso de aroma de Baunilha, nem de açúcar Baunilhado! O resultado final não tem nada a ver. Preferencialmente, usem mesmo a Vagem)
Bolachas Maria, partidas em pedaços q.b.
(poderão usar outras a gosto)

Preparação:

1. Reservar 100ml de leite.
2. Raspar as sementes de uma vagem de Baunilha para um tacho.
3. Adicionar os 900ml de leite, deixar levantar fervura.
4. Entretanto, num recipiente, deverão misturar o açúcar, a maizena, as gemas e os 100ml de leite.
5. Assim que o leite levantar fervura, reduzir a temperatura e adicionar mexendo sempre a mistura das gemas.
Continuar a mexer até engrossar e obter uma textura cremosa. e sem grumos.
6. Em taças individuais, frascos de vidro ou numa única taça, distribuir as bolachas partidas em pedaços.
Para cada dose individual (rendeu 8 taças), usei 2 bolachas.

WhatsApp Image 2021-01-26 at 16.42.38.jpeg7. Verter o creme e levar ao frio até ao momento de servir.

Sugestão:

No momento de servir, poderão polvilhar com cacau, chocolate ou canela em pó.
Só coloquei numa única taça a canela em pó, para experimentar, mas na minha opinião, fica melhor sem a canela.
Nas outras, não coloquei nada, pois não quis omitir o sabor da Vagem da Baunilha, a qual dá um sabor único a esta sobremesa.

WhatsApp Image 2021-01-26 at 16.47.44.jpeg

Para quem quiser fazer na Bimby:

1. Colocar todos os ingredientes no copo da Bimby e programar 12Min./95º/Vel.3.
Depois é só deitar o preparado nas taças e levar ao frigorífico.

Bom apetite!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.