Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Simply by Cristina

Homemade Food & Photography

Tarte de Amoras Silvestres...

Os dias frios instalaram-se, na minha vila as temperaturas negativas e geadas são uma constante.
Sentar no sofá, apreciar o calor vindo da lareira acesa, ler um livro e esperar que o forno me devolva uma tarte com sabores de Verão é simplesmente maravilhoso. 
No fogão, a chaleira ferve a água e uma linda chávena, outrora pertencente á minha bisavó aguarda a chegada do meu chá...

Há coisas que eu não abdico: o degustar de uma chávena de chá, uma fatia de tarte acabada de sair do forno, o silêncio da casa em contraste com os sons que invadem a minha memória. 
Facilmente sou transportada para outros tempos, tempos em que fui criança e partilhava momentos como este com a minha saudosa Avó.
A hora do lanche, onde ela bebia delicadamente o seu chá, nesta mesma chávena que foi passada através das gerações e que agora me pertence, era sagrado.
Dizia ela: " Enquanto se bebe chá, não se fala, aprecia-se o momento!" Naquela altura, ficar calada era complicado, hoje entendo...há momentos em que o silêncio é deveras valioso. 
Saudades...

Simply1.jpg

Ingredientes:
200g Amoras Silvestres 
2 ovos
100g açúcar
100g manteiga
170g farinha T55
1c. chá de fermento em pó p/ bolos
Açúcar em pó q.b., para polvilhar

Preparação: 
1. Colocar no copo os ovos, o açúcar, inserir a borboleta e programar 6Min./37/Vel.3. 
2. Retirar a borboleta, juntar a manteiga e misturar 6Seg./Vel.4. 
3. Adicionar a farinha, o fermento e programar 15Seg/Vel.3. 
4. Forrar a forma de fundo removível com uma folha de papel vegetal.
5. Com uma vara de arames, adicionar as Amoras à massa da tarte e envolver delicadamente.
Verter na tarteira.
7. Levar ao forno pré-aquecido a 180º/cerca de 25Min.
Polvilhar com açúcar em pó e servir.

s2.jpg

s3.jpg

s1.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.